Sítio do Carroção (DayCamp e Acampamento)

UMA VIAGEM INESQUECÍVEL
NOVE PROJETOS PEDAGÓGICOS E MUITO MAIS À SUA DISPOSIÇÃO

O Sítio do Carroção, localizado em Tatuí/SP, oferece, além de lazer, inúmeros roteiros interativos, que abrangem as mais diversas áreas do conhecimento humano. Assim, imersas em clima de aventura e descoberta, as crianças estarão prontas para assimilar informações e sedimentar conhecimentos que não serão apenas memorizados, mas que se tornarão simplesmente inesquecíveis.

Day Camp – entrada as 08:30 hs., saída as 17:00 hs. Inclui 3 refeições + 4 projetos pedagógicos.

2 dias e 1 noite – entrada as 9 hs., saída as 16:00 hs. Inclui 8 refeições + 6 projetos pedagógicos, horário livre, jogos à noite, teatro em 3Dm e discoteca.

2 dias e 2 noites – entrada as 19 hs., saída as 16:00 hs. Inclui 10 refeições + 6 projetos pedagógicos, horário livre, jogos à noite, teatro em 3D e discoteca.

3 dias e 2 noites – entrada as 9 hs., saída as 16:00 hs. Inclui 13 refeições + 6 projetos pedagógicos, horário livre, jogos durante o dia e à noite, teatro em 3D e discoteca.

4 dias e 3 noites – entrada as 10 hs., saída as 16:00 hs. Inclui 18 refeições + 7projetos pedagógicos, horário livre, jogos durante o dia e à noite, teatro em 3D, discoteca e baile do Hawai.

ENIGMA DA PEDRA
Caminhando pelo rio em clima de aventura, o grupo sai em busca de uma passagem secreta. Sua missão é decifrar o Enigma da Pedra! Entrando por uma fresta aberta numa rocha, os pequenos exploradores nem imaginam o que poderão encontrar. O que haverá no final do túnel? A expectativa acaba na parede da caverna. Então, o guia propõe o Enigma: o que seriam aquelas pedras incrustradas na rocha? Abririam uma porta secreta? Tocando uma das pedras, eles observam que ela rola até um orifício. Mas... a água começa a subir! Como enfrentar esse imprevisto? A segunda pedra pode ser a resposta. Infelizmente, nada muda. Mas a terceira pedra resolve o Enigma! Diante de seus olhos maravilhados, surge a Caverna do Lago Azul, com suas cachoeiras e tobogã de água quentinha, estalactites e estalagmites.

O ELO PERDIDO
Seguir pistas observando vestígios e detalhes do caminho sempre é uma tarefa instigante. O grupo terá que encontrar rastros de uma expedição que saiu à procura do Elo Perdido. O guia comenta que os paleontólogos passaram por ali há muito tempo, na década de 40. Passam por uma ponte de pedra ao estilo das formações do Gran Canyon, e percorrem a trilha no meio da mata. De repente, olhando para cima, que surpresa! Lá está um avião antigo, sobre as árvores. Eles entram à procura de pistas. O motor funciona! E lá está um mapa, uma bússola... Orientados por esses instrumentos, eles seguem em frente e vêem um sítio paleontológico. Depois de escavarem e encontrarem pequenos fósseis, eles sobem uma colina e, quando menos esperam, avistam o esqueleto de um enorme Tiranossauro Rex.

BIO PLANETA
Nada mais incrível do que a história de vida do planeta. A aventura começa por um túnel subterrâneo. Rodeados de aquários por todos os lados, todos querem chegar perto para ver não só as 21 espécies de peixes fluviais que vivem no Sítio como também os que vivem nas bacias brasileiras. Mas as grandes estrelas são os jacarezinhos caimã do papo-amarelo. Que vontade de ver mais de perto, de tocar! Pois isto é possível: é só visitar o berçário... Já os jacarés adultos ficam num set surpreendente que reproduz fielmente o habitat natural, com 180 mil litros de água alimentados por duas cachoeiras. A visão é fantástica: dá para ver jacarés debaixo da água, outros com a cabeça para fora, ou tomando sol na prainha. O que comem? Quanto tempo ficam debaixo da água? Estão em extinção? São parentes do crocodilo? Mil perguntas, milhares de respostas...

TRILHA DA MATA ATLÂNTIDA
Atravessando o Ribeirão das Pederneiras, todos fazem o reconhecimento da mata galeria. Afinal, aqui começa a grande aventura, num verdadeiro estilo “Indiana Jones”. Passando pela cortina das águas da cachoeira, o grupo encontra a passagem secreta que leva à caverna. Dentro dela, o maior desafio é descobrir o segredo de sua saída, evitando os túneis por onde rola uma pedra gigante. Ao sair da caverna, o grupo percorre um “canyon”, na mesma mata ciliar por onde passou. Depois de muitos obstáculos, nada melhor do que uma pausa na grande Cachoeira da Trilha. Já refeitos e prontos para prosseguir, os aventureiros retomam a caminhada. Quando menos esperam, estão descendo velozmente por um tobogã de nada menos que 103m, passando por dentro de outra caverna, até caírem alegremente nas águas claras do ribeirão.

PLANETA TERRA
Pulando de continente a continente sobre um planisfério, o grupo descobre que pode percorrer o mundo, pelo menos em escala. São 8.500m² de relevo, onde eles aprendem ao vivo o que vem a ser ilha, cabo, baía, serras e vales. Observando o nascimento de um rio, tomando banhos de cachoeira, ou garimpando seu leito até a foz, o grupo integra-se à paisagem. Penínsulas, enseadas, abrolhos, abrem-se para uma lagoa que representa o oceano. É aí que o rio deságua, formando ilhas e praias. O Planeta Terra também surpreende por mostrar fenômenos que normalmente são difíceis de serem observados de perto. É o caso do gêiser, onde as crianças se divertem jogando suas camisetas e bonés a 15 metros de altura. Na Lagoa do Arco-íris, todos ficam maravilhados, observando como se processa o fenômeno da divisão do espectro solar.

O HOMEM E O MEIO
Como vive o homem da roça? Todos querem conhecer a Fazendinha, com seu monjolo, seu pomar, seus animais. Há vacas, coelhos, búfalos, porcos, cabritos e muitos pássaros. E os animaizinhos? Onde dormem, o que comem, como se reproduzem? Visitando os 10.000m² do Baby Zoo, o grupo vê de perto como vivem os filhotes: todos gostam de acariciá-los ou vê-los mamando. Mas a aventura continua! Pra lá da ponte pênsil, eles encontram uma caverna. Observando suas pinturas rupestres, ficam imaginando quem moraria ali, na pré-história... É hora de banho de cachoeira! Depois, todos correm para descer de teleférico até a cabana do Tarzã. Observam as diferentes habitações, comentando sobre o meio de vida do homem das cavernas, da selva e do campo e sua inventividade para criar sistemas de travessia como o cipó, a ponte, o teleférico...

AVENTURA NO RIO
Mais do que um simples passeio, este é um programa de reconhecimento da fauna e da flora da Mata Atlântica paulista. A partir do pequeno cais, à margem do rio Pederneiras, as crianças partem para uma aventura inesquecível. Atravessando o rio de balsa, para explorar a outra margem, ou subindo sua correnteza mansa até alguns quilômetros acima, os pequenos navegantes podem conhecer a vegetação típica desta região e ouvir o canto de inúmeros pássaros que nela vivem: são sabiás, almas-de-gato, pintassilgos, tesourinhas, tico-ticos e rolinhas. Com sorte, podem ser vistos: bichos-preguiça, capivaras, macacos, veados. Esta atividade chega a durar de 60 a 90 minutos, de acordo com o percurso e a idade dos participantes. Todas as normas de segurança são rigidamente observadas, especialmente o uso de coletes salva-vidas.

SPAZUKAMONARING
O sonho da Fórmula1 é possível! Nesta minipista de 250m, as equipes percorrem trechos de 4 dos mais importantes circuitos mundiais: Spa Francorchamps, na Bélgica; Suzuka, no Japão; Mônaco, no Principado de Mônaco; e Hungaroring, na Hungria. Primeiro, todos se reúnem na Praça dos Pilotos, para ouvir o regulamento e receber as superlicenças. E chega a hora da grande largada! Os participantes se revezam, dando o melhor de si e passando por pontes, desníveis e curvas, em situações que simulam dificuldades como neblina e chuva. O desempenho de cada piloto é narrado ao vivo, tendo ao fundo o ruído de motores, para animar ainda mais a torcida, que vibra até o final! Enquanto os campeões levam um banho de champagne no pódio, os pequeninos se divertem olhando das janelas do Hotel Spa, especialmente construído para seu próprio tamanho.

NÁUTICO
Quem não gostaria de ser um explorador do mundo aquático como Jacques Cousteau em seu Calypso, Colombo em sua caravela, ou Tom Sawyer no Mississipi? Nos 11.000m² da lagoa, há muito para ser visto. Muitas espécies de peixe vivem livremente em suas águas:carpas, tilápias, lambaris, carás, traíras, pacus, piraputangas, matrinxãs e tambacus. O grupo dá a volta na lagoa flutuando nos Calypsos ao redor da ilha. De repente, o passeio atravessa os limites do tempo e viaja pela História: todos se imaginam fazendo parte da tripulação da caravela Niña de Colombo quando fazem uma travessia de reconhecimento em uma réplica perfeita desta embarcação. De um lado, avista-se a fazendinha, com seu pomar, seus animais e seus filhotes. Do outro, o Planeta Terra, que se estende no horizonte, com suas penínsulas, cabos e montanhas.

topo_videos

 




5434


 
 
 
 

Rua Francisco Bueno de Lacerda, 81
Jd. Dom Vieira - Campinas - SP - CEP 13036-265
Campinas - SP

© Copyright 2010 - Todos os direitos reservados.